Eu quero é bis…

Você já parou para pensar que o show do seu artista favorito foi cancelado? Que o restaurante que você mais gosta, está fechado? Que aquela saideira com amigos após o trabalho em uma sexta feira não vai acontecer? Eu quero é bis…

Sim eu já pensei, você pensou, nós pensamos e o que nos conecta é a vontade de tudo novamente, “queremos Bis”.

O desejo da rotina voltar ao normal está pulsando dentro de nós, a vontade de entreter é grande, mas para isso precisamos passar por essa fase juntos. O momento é de reflexão dentro de casa e de cuidar dos seus entes queridos, porém, não é hora de esperar enxergar uma luz no fim do túnel e sim ascender essa luz em nossa mente e coração. Período para desenvolver aquilo que precisamos. Quantos profissionais que circulam o setor de comunicação/ entretenimento estão de braços atados aguardando o setor voltar com dificuldade e lerdeza. A hora é agora, união das forças, empatia e fazer o possível para aquecer e fortalecer a cena de entretenimentos e eventos da cidade.

Fácil?

Não! Muito difícil por sinal. Mas se for fácil não tem graça, o objetivo é quebrar a cabeça, fazer o diferente e proporcionar experiências diferentes ao nosso público. Será que o momento em que estamos vivendo é o momento em aquele profissional do futuro chega e resolve tudo, ou será que nós, atuantes do mercado somos os profissionais do futuro?

Problemas

Vejo muitos problemas nessa temporada até o fim do ano. Acredito que esse período de adaptações os líderes de mercado vão ditar as tendências e colocar os seus valores o mais baixo possíveis, pois estão em um momento de necessidade e precisam de fluxo/receita em seu estabelecimento para fazer a roda girar. Porém, o reflexo com os fornecedores, locatários, staff e produtos não seguirão a mesma linha de pensamento e com isso um grande problema de mão de obra e serviços qualificados serão desvalorizados.

Mesmo torcendo que o mercado de uma reviravolta e que grandes iniciativas irão surgir para esse meio, a probabilidade de desvalorização em nosso setor só tende a aumentar.

É HORA DE UNIÃO, CRIATIVADE E RESILIÊNCIA, eu quero é bis!

Com muito trabalho isso logo vai passar.

eu quero é bis, show, restaurante, artista
Show, Artista, Restaurante

Por Fernando Pepo

Fernando pepo, reunir entreter, amante do entretenimento
%d blogueiros gostam disto: