Admirável Futuro Novo

É natural que a gente esteja, o tempo todo, com um pé no presente e outro a um passo do futuro; seja pelo nosso desejo de antecipar aquilo que está por vir, ou mesmo pela dificuldade em viver o aqui e agora; o que às vezes é compreensível, como no cenário atual em que desejamos que “tudo isso passe logo”. Reconhecida essa nossa característica humana, precisamos falar sobre este admirável futuro novo!

Admirável Futuro Novo

Para início de conversa, preciso dizer que, já faz algum tempo, assumi a “carapuça de otimista”. Por isso, devo preparar você para dois aspectos importantes que se revelaram nos argumentos que compartilho a seguir: primeiro, acredito que todo cenário é transitório, nada é permanente, e vivência (aquilo que se vive) é diferente de experiência (aquilo que levamos conosco); e em segundo lugar, se podemos extrair uma lição daquilo que já se viveu, sempre existirá algo que pode e precisa ser feito no momento presente, a respeito do futuro.

Diante destas duas perspectivas, sendo o momento presente transitório e passageiro, qual futuro você acredita poder, ou dever, construir a partir das lições vividas até aqui?

O futuro não é mais como antigamente

Admirável Futuro Novo

Logo nas primeiras semanas de isolamento, escrevi um breve artigo que lançava a seguinte pergunta: “sairemos diferentes dessa crise?” Hoje, tenho a mais plena convicção de que a resposta é sim; afinal, passados quatro meses, não somos mais os mesmos e, acredite, também já transformamos uma boa parte do que era nosso futuro, e hoje se tornou presente.

Pense comigo: como você imaginou que seria 2020? Quais planos você fez para, sei lá, as festas juninas, julinas? Como pensou comemorar o Dia das Mães, Namorados, ou dos Pais? No início deste ano, você chegou a planejar alguma viagem, talvez um breve período de férias em algum lugar romântico no inverno, curtindo o friozinho? Tudo isso era o seu futuro, e tudo isso foi mudado. Claro, não porque você quis; mas o fato é que estamos nos adaptando da melhor maneira que podemos, e o fazemos o tempo todo; apenas não valorizamos isso como poderíamos.

E hoje, com certeza, o futuro não é mais como antigamente! Algumas pessoas têm até medo de fazer planos, enquanto outras transformaram boa parte da realidade no seu presente, o que já dá indícios de um admirável futuro novo.

Questão de Perspectiva

Enquanto escrevia este texto, pensando no diálogo que teria com você, leitor, discutia este mesmo assunto com um grande amigo, falando sobre as mudanças que veríamos nesse admirável futuro novo. Quando disse a ele qual seria o título ele respondeu: “Um mundo novo me parece diferente, já um futuro é apenas um reflexo do que vivemos no agora”.

Será!? De certa maneira, faz sentido olhar o futuro como um reflexo do passado; entretanto, até mesmo o reflexo é uma questão de perspectiva. E quando falamos das influências do passado (nosso atual presente) no futuro, é preciso reconhecer que podemos meramente repetir as vivências ou colocar em prática nossas experiências; ficarmos presos num círculo de repetições daquilo que já vivemos, ou aplicar as lições aprendidas para mudar nossas vidas.

Se você me perguntar como será 2021, ou mesmo os próximos meses, minha resposta será que eu não sei não. Mas posso afirmar que aprendi muita coisa sobre o mundo, as pessoas e a respeito de mim mesmo, especialmente nestes últimos meses; e sei que preciso colocar tudo isso em prática, desde já, para ter um futuro admirável pela frente.

Por hoje é isso! Levanta, sacode a poeira e escolha qual perspectiva irá guiar você pelo seu próprio futuro!

Rafael Giuliano
Minimalista e explorador de multiversos; um curioso por natureza e pela natureza humana!

leia Mais em…

%d blogueiros gostam disto: