A importância do branding na gestão de crise

A importância do branding na gestão de crise, um artigo pensado e escrito para você que busca resposta para a crise e saídas para a sua marca.

Mesmo longe, inovação e empatia são atitudes indispensáveis para não perder a conexão com o consumidor, e a correta gestão do branding, agora pode te ajudar muito.

Em tempos de crise, você já parou pra pensar em como sua marca pode se comunicar, vender, gerar valor e fortalecer conexões com os clientes?

Pois é, dado o atual momento de quarentena e distanciamento social, esta conexão é mais importante do que nunca. 

Neste cenário, tem duas coisas que serão decisivas para as marcas continuarem atendendo a seus clientes, mesmo que de uma forma diferente: inovação e empatia.

São duas palavras que grandes marcas vêm aprendendo a utilizar muito bem em suas ações: algumas estão revertendo parte de suas vendas para o SUS, outras estão ajudando instituições necessitadas. Bancos eliminaram taxas (ou quase) e prorrogaram prazos para pagamentos, canais fechados de TV liberaram muito mais programação e entretenimento, e muitas marcas mudaram seus logotipos (mesmo que temporariamente) para fortalecer a mensagem.

O que tudo isso tem em comum?

EMPATIA. As formas de ajudar são inúmeras, e ao demonstrar empatia e solidariedade, estas marcas geram muito mais valor, constroem laços muito mais fortes e duradouros. Afinal quando falamos com nosso público, o que prevalece é o sentimento.

Nós, que somos uma empresa focada em construção e gestão de marcas baseadas em criação de conexões e relacionamento através de boas experiências em redes sociais, posicionamento, design e comunicação em geral, estamos a todo momento ligados em como as oportunidades podem surgir da crise. Até porque toda grande mudança (ou ideia) é precedida por um momento de caos. 🤘💪 ❤️

Então viemos dar algumas dicas sobre como gerir sua marca neste momento:

  • Jogue limpo e tenha empatia: coloque-se no lugar do seu consumidor e entenda quais são os sentimentos que o cercam. Mostre que sua marca entende a situação e está disposta a ajudar.
  • Mude a forma de pensar: as notícias nem sempre são boas, então mostre positividade, demonstre parceria e atitude, mas sempre com consciência. 
  • Veja a crise como um agente de mudança: na maioria das vezes, pequenas porém importantíssimas atitudes causam um enorme impacto positivo nos consumidores. Como mercados por exemplo, que estão disponibilizando álcool em gel e limitando a quantidade de pessoas dentro das lojas. Essas atitudes que parecem simples, mostram o sentimento de preocupação e cuidado com clientes e colaboradores. Se vocês faz delivery, aproveite e entregue pequenos frascos de álcool em gel junto com os produtos; mande uma cartinha informando que esta compra contribui com o negócio local e assine de próprio punho. Este momento é uma boa hora para fidelizar clientes.
  • Crie formas de levar seu negócio até o cliente: seja por venda ou consultoria online, entrega de moto, bike ou app. Isto mostra inovação e que sua empresa não está parada, está buscando soluções para chegar até o cliente.
  • Fale com seus colaboradores: tenha uma gestão simples e transparente. Explique a situação atual e quais as estratégias a serem tomadas. É importante que todos estejam na mesma página.
  • Acessibilize seu conteúdo: ou crie formas de ajudar as pessoas indiretamente, se o seu produto ou serviço não é tão relevante neste momento. Faculdades e instituições de ensino, assim como o Sebrae, estão liberando cursos online grátis para as pessoas. Todos podem fazer alguma coisa.

Vouchers

  • Crie vouchers: eles são uma boa opção para que seu cliente usufrua do seu produto/serviço depois que tudo isto passar.
  • Foque no que é positivo: compartilhe dicas de como trabalhar em casa, rotinas que aumentam a produtividade, crie conteúdos de valorização dos profissionais de saúde, fortalecimento do comércio local, família, amigos, saúde mental, etc. São conteúdos em alta neste momento em que todos precisam de boas notícias.
  • Fortaleça parcerias com empresas parceiras, fornecedores e clientes: troque divulgações, serviços, produtos. Descubram uma forma de crescer juntos.

As dicas parecem simples, e bem na verdade são mesmo. Muitas coisas da gestão de crise, podem e devem ser aplicadas mesmo fora da crise. Leve algumas dicas daqui pro resto da vida da sua empresa, tenho certeza de que elas te levaram a outro nível de maturidade e credibilidade com a empresa. Positivismo, parceria, mude sempre que possível, facilite a vida do seu cliente, faça seu produto ou serviço sempre chegar ao seu cliente e uma das coisas que eu acho mais importante: jogue limpo com todo mundo o tempo todo. Ser transparente sempre na gestão da semana empresa, na alegria e na doença gera credibilidade, cria conexão e gera credibilidade.

Juntos com certeza podemos fazer a diferença, e sairemos dessa muito mais fortes!

A importância do branding na gestão de crise.

Por Rafael Brusamolin

CCO – CO-Funder Peppers People, Branding, Design

A importância do branding na gestão de crise
%d blogueiros gostam disto: